Procedimentos intervencionistas guiados por imagem


Há algum tempo atrás, só existiam os medicamentos para tratar pacientes de quadros de dor. Nos últimos anos, têm sido desenvolvidas alternativas não farmacológicas e técnicas guiadas por imagem.

Cada procedimento tem as suas indicações, contraindicações e riscos. Alguns procedimentos são mais simples e talvez possam ser indicados mais precocemente durante o tratamento, como bloqueios de ponto gatilho ou de nervos periféricos. Alguns pacientes precisam de bloqueios com risco 7m pouco maior ou apresentam algumas comorbidades ou antecedentes pessoais que façam com que você talvez atrase a indicação de um procedimento.

Nesses procedimentos são feitos bloqueios de diversas regiões do corpo que podem ser a fonte da dor ou podem ajudar a conduzir o estímulo doloroso até o sistema nervoso central. Assim sendo, podem ser bloqueados: Músculos; Nervos; Articulações; Bursas; Diversos outros locais do corpo que possam diminuir o estímulo doloroso.

É extremamente importante após o procedimento encaminhar o paciente para a reabilitação. A duração analgésica de um procedimento pode ser curta ou um pouco mais prolongada. No entanto, se o paciente não realizar a reabilitação, dificilmente ele experimentará o efeito máximo que o procedimento pode trazer a ele. Nesse cenário, são usados anestésicos, medicamentos para reduzir a inflamação local, neuromodulação que são pulsações que fazem o próprio nervo liberar fatores anti-inflamatórios e até em alguns casos lesão neural. Assim sendo, é importante os profissionais de saúde terem em consideração que é possível a indicação de um bloqueio analgésico.

#vamosfalarsobredor #drfelipechiodini#tiposdedor #especialista #medicina #site#matérias #dores #dor #saúde #projeto #medicos

© 2020 - Overall Agency