Dor na lombar ou Lombalgia: o que fazer?



A Dor na Lombar, também conhecida como Lombalgia, é muito comum. Pesquisas mostram que 90% das pessoas vão sentir, pelo menos uma vez na vida, dor na lombar, que atinge a região mais baixa da coluna, perto da bacia. Causada geralmente por distúrbios na coluna vertebral, músculos, ligamentos ou raízes nervosas ao redor deles ou nos discos entre as vértebras, a lombalgia não tem uma única origem específica.

Dessas causas, a dor muscular é a mais comum e fatores como a fadiga, obesidade, e falta de exercícios podem piorar a dor. Outras causas frequentes da dor na lombar: osteoartrose, hérnias de disco, fraturas por compressão na coluna, estenose lombar, espondilolistese (quando uma vértebra é posicionada em uma posição muito anterior ou posterior à outra), infecções ou tumores na coluna vertebral. Outras doenças podem ser confundidas com dor na coluna: aneurisma da aorta abdominal, distúrbios digestivos, distúrbios do trato urinário e fibromialgia, por exemplo. Por isso a história do paciente e exame físico são muito importantes, associados a exames de imagem. Dividida em aguda (menos de 6 semanas) e crônica (acima de 12 semanas), a lombalgia também pode acometer jovens e adultos e seus principais sintomas podem ser: • Muitas dores fortes na parte baixa da coluna (bacia); • Dores que podem migrar para nádegas, coxas e virilha; • Dores são constantes e, muitas vezes, podem causar dificuldades para andar; • O local acometido sensível ao toque • Algumas posições podem ser incômodas • Contrações musculares • Limitação de movimentos dos quadris e da pelve • Dificuldade para dormir • Depressão e ansiedade O tratamento depende muito da causa da dor, e varia de acordo com cada paciente. Por isso é importante o estudo da Dor para decidir pelas melhores alternativas de tratamento. Além dos medicamentos, podem indicados: exercícios, fisioterapia, massoterapia, alongamento, acupuntura, terapia, e uma série de outras medidas não farmacológicas que frequentemente são até mais importantes que os tratamentos farmacológicos. #vamosfalarsobredor #drfelipechiodini#lombalgia #dornalombar #medicina#especialista #dores #tiposdedor #lombar#tratamento #dorlombar #lombar

© 2020 - Overall Agency