Vulvodínia: Um problema muito incomôdo e pouco falado




Hoje vamos falar sobre um problema muito incômodo e pouco falado: a vulvodínia.


Documentada pela primeira vez na literatura médica em 1880, a volvudínia foi descrita como hipersensibilidade da vulva e dispareunia (dor durante relações sexuais) e pode ser classificada em dois tipos:


Vulvodínia geral: encontrada em diferentes áreas da vulva e em diferentes momentos, com uma dor que pode ser tanto constante como ir e vir;


Vulvodínia localizada: dor em uma área específica da vulva, comumente associada à sensação de ardor, provocada pelo toque ou pressão, como, por exemplo, durante a penetração, pelo uso de absorvente interno ou por manter-se muito tempo sentada.


De acordo com estudiosos do tema, a teoria mais recente é a de que os sintomas do problema nem sempre são originados na área afetada do corpo, mas no cérebro, da mesma forma que ocorre com alguns outros tipos de dor crônica.


Possui mais dúvidas sobre dores crônicas? Não deixe de conferir outras curiosidades e informações aqui.



© 2020 - Overall Agency