Estou com dor: aguda ou crônica?

Hoje nós vamos falar sobre a diferença entre dor aguda e crônica.

Por exemplo: você está andando na rua, sem dor nenhuma, e pisa em um prego. Imediatamente, tem o reflexo de tirar o pé do lugar que está doendo e isso é muito bom, pois seu organismo tem a capacidade de sentir o que está te incomodando ou fazendo mal e te programar para tirar aquele estímulo de você. Esta é a dor aguda, e tem uma função evolutiva.

Algumas pessoas têm problemas genéticos que as fazem não sentir dor. Elas não sentem, por exemplo, dor aguda e têm uma expectativa de vida reduzida por causa disto. Ou seja, elas vivem menos do que aqueles que têm a capacidade de perceber os estímulos que fazem mal.

E a dor crônica?


A dor crônica, hoje em dia, é considerada um problema pois quanto mais dor você sente, mais vai sentir. É um ciclo vicioso. Este tipo de dor acontece por causa de um desbalanço no organismo e precisa ser tratado.


Por exemplo: aquela dor nas costas que não melhora e só aumenta, ou aquela dor de cabeça recorrente. Para tratar isto, existem remédios específicos, não são aqueles analgésicos comprados na farmácia toda hora.


Por isso, quando você tiver uma dor que incomoda, não deixe de procurar um médico. Ele vai diagnosticar e tratar sua dor adequadamente, com medicações específicas para isso.

#dor #vamosfalarsobredor #drfelipechiodini #especialista #doraguda #dorcrônica #medicina #dornascostas #doresdecabeça #dores #tratamento #tiposdedor

© 2020 - Overall Agency